Geral Saúde

Hospital e Maternidade Dona Lisette de Taió humaniza espaços para atender gestantes e seus bebês

Oferecer um atendimento humanizado aos pacientes que procuram pelos serviços junto ao Hospital e Maternidade Dona Lisette (HMDL) em Taió é uma missão da direção e profissionais.

Com o objetivo de estender a humanização além de estar atento à forma como o paciente é tratado, desde a entrada na unidade de saúde até a saída, o Hospital também implantou uma estrutura diferenciada, com foco no atendimento as gestantes.

A coordenação de Enfermagem do HMDL, enfermeira Camila Mello Machado, explica que a Maternidade do Hospital funciona com a sistemática de “Alojamento Conjunto”, onde o bebê fica junto com a mãe, desde o nascimento até a alta hospitalar. “O sistema de Alojamento Conjunto depende das condições de saúde da criança e da mulher”.

A profissional relata que o Alojamento Conjunto foi instituído pelo Ministério da Saúde, através da Portaria Nº 2.068, de 21 de outubro de 2016, que apresenta as diretrizes para a organização da atenção integral e humanizada à mamãe e ao recém-nascido. “O Alojamento Conjunto é o local em que a mamãe e o recém-nascido sadio, logo após o nascimento, permanecem juntos, em tempo integral, até a alta. A manutenção da mamãe e do recém-nascido em Alojamento Conjunto apresenta várias vantagens sendo uma delas: o estabelecimento efetivo do aleitamento materno com o apoio, promoção e proteção, de acordo com as necessidades da mulher e do recém-nascido, respeitando as características individuais”.

Assim, o Hospital e Maternidade Dona Lisette, para atender as diretrizes da Portaria além de qualificar e humanizar ainda mais a estrutura onde as gestantes e seus bebês são atendidos, aprimorou a estrutura do Setor Obstétrico de Alojamento Conjunto. “Hoje oferecemos um espaço mais amplo para melhor acomodação proporcionando um ambiente acolhedor, para que os principais benefícios como o vínculo afetivo, o estímulo à amamentação, e o envolvimento dos pais nos cuidados com o recém-nascido, possam ser alcançados de maneira adequada”. Lembrando que Hospital tem realizado em média mais de 300 partos anualmente.

 

Por: Assessoria de Comunicação Rehde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Grupo de Notícias