Geral Saúde

Governo de SC cria centro de emergência contra a dengue

Foto: Fernando Oliveira / SCC SBT

O Governo do Estado de Santa Catarina anunciou na tarde desta segunda-feira (20) a criação de um centro de emergência de combate à dengue. O estado registra o crescimento de casos e já teve uma morte pela doença.

O governador Jorginho Mello anunciou também que o Estado vai investir R$ 10 milhões nas ações. Durante o evento foi assinada a Portaria que institui o Centro de Operações de Emergência (COE – Arboviroses). O anuncio ocorreu em coletiva de imprensa na Capital.

O Estado também confirmou uma morte por dengue, em Florianópolis e outros seis casos suspeitos: um em Schroeder, um em Jaraguá do Sul, dois em Palhoça e dois em Joinville. Outras duas mortes em Blumenau e Itapoá tiveram a causa por dengue descartada.

Segundo a SES, o número de municípios infestados por dengue já é maior que os dados de 2022. Já foram registrados 22.180 focos de dengue em Santa Catarina neste ano. O número de municípios chegou a 212, ultrapassando os 204 do ano passado.

SC pede auxilio do Ministério da Saúde

O governo também divulgou que solicitou ao Ministério da Saúde a ampliação do número de Agentes de Combate a Endemias custeados pelo governo federal. Além de pedir aporte financeiro emergência para que as equipes de atenção à saúde. Entre outros pedidos, Santa Catarina também solicitou a implementação do uso de mosquitos estéreis, armadilhas dispersoras de inseticida e a aplicação de vacinas contra a dengue. Além da aplicação de inseticida para combater o mosquito.

Centro de Emergência articula ações

O COES assume a articulação das ações contra a dengue em Santa Catarina, com a gestões regionais do SUS. O centro vai desenvolver relatórios e divulgar os dados sobre a doença.

Casos suspeitos de morte por dengue

Imagem: Governo do Estado de Santa Catarina / Divulgação

Por: SCC 10

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Grupo de Notícias