Geral

Duplicação da BR-470: governo estadual atrasa pagamentos e cai ritmo das obras

Inferno do trecho entre Blumenau e Indaial continua – Foto: Divulgação

As obras de duplicação da BR-470, lotes e3 e 4, entre Gaspar, Blumenau e Indaial estão com ritmo reduzido nas últimas semanas. Na origem deste novo impasse o atraso no pagamento das empreiteiras contratadas pelos serviços prestados até agora.

Informações que circulam no Vale do Itajaí indicam que as faturas dos meses de novembro e dezembro não foram pagas pelo governo Carlos Moisés.  Na Secretaria da Infraestrutura há o compromisso de liquidação dos débitos dos dois últimos meses do ano passado no próximo dia 17 de fevereiro.

Estas obras estavam sendo executadas nos termos do Acordo de Cooperação Técnica, resultante da parceria entre os governos estadual e federal.   Dos 465 milhões de reais destinados a várias rodovias federais,

300 milhões de reais estavam reservados para a duplicação da BR-470, sendo que 100 milhões de reais em duas parcelas para os lotes 3 e 4, justamente os que estão com ritmo diminuído.

Em relação ao projeto da BR-280,no Planalto Norte, os serviços estão sendo executados normalmente, sem atrasos.  O governo federal tem efetuado os pagamentos em dia através do DNIT.

A duplicação das estradas federais foi um dos principais temas da última campanha politica, seja pelos candidatos ao governo, seja pelos que concorreram a mandatos parlamentares.

Todos prometeram lutar pela duplicação das rodovias, com ênfase para a BR-470, uma das espinhais dorsais da economia estadual e a principal da ligação entre o oeste e o leste, em  função dos portos e da viabilização dos produtos comercializados no sul e sudeste do Brasil.

 

Por: Moacir Pereira/ND

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Grupo de Notícias