Geral Política

Deputado propõe estadualização de escolas cívico-militares

Proposta de estadualização das escolas cívico-militares foi apresentada pelo deputado Lucas Neves

Durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (9), o deputado Lucas Neves (Podemos) defendeu que o programa de escolas cívico-militares em Santa Catarina seja assumido pelo governo estadual. Atualmente, as 12 unidades em funcionamento no estado seguem o modelo cívico-militar implantado pelo governo federal.

Neves demonstrou preocupação com a recente decisão da presidência de desativar a diretoria do Ministério da Educação que cuidava do programa. “Isso indica o início de um processo de desidratação que levará à extinção do modelo de escolas cívico-militares no Brasil. Para integrantes do atual governo, o projeto fracassou, mas o balanço das escolas onde o programa funciona mostra justamente o contrário.”

O deputado disse que esteve em Curitiba para conhecer o modelo de escolas cívico-militares adotado pelo governo paranaense. Conforme explicou Neves, no Paraná, a gestão dessas unidades é feita pelo Estado. “São mais de 120 mil alunos que estudam em 195 unidades cívico-militares, com perspectiva de aumento no número das escolas participantes do programa. Os nossos vizinhos assumiram a liderança nacional no índice do ensino médio e o quarto lugar no ensino fundamental. Houve também diminuição na evasão escolar, além da redução de quase 80% de violência física, 75% de violência verbal e 82% de redução de depredação do patrimônio das escolas.”

Lucas Neves adiantou ainda que já levou o assunto ao secretário de Estado da Educação, Aristides Cimadon. Segundo o parlamentar, o secretário se mostrou receptivo à proposta de estadualização do modelo de escolas cívico-militares.

 

Daniela Legas
AGÊNCIA AL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Grupo de Notícias