Geral

Morre no hospital adolescente que teve 80% do corpo queimado em explosão no Alto Vale

Foto: Redes sociais/Bombeiros/Reprodução ND

A segunda vítima da explosão de etanol em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, faleceu após quase um mês internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O caso aconteceu no dia 11 de novembro e três pessoas foram atingidas.

Raissa Pacheco, de 15 anos, teve 80% do corpo queimado na explosão seguida de incêndio que consumiu a casa de madeira na qual sua família vivia.

A adolescente é a segunda vítima a morrer em decorrência do acidente. A primeira morte confirmada foi a de seu irmão, Miguel Pacheco, de 8 anos.

A mãe das vítimas, Cinara Pacheco, de 45 anos, também foi atingida na explosão. Ela sofreu queimaduras de terceiro grau em 50% do corpo e ainda se encontra hospitalizada.

Amigos e familiares lamentaram o falecimento da adolescente

Nas redes sociais, amigos e familiares de Raissa lamentaram a morte da adolescente com imagens e mensagens de carinho.

“Expressamos nossos sentimentos por meio de uma mensagem de luto para você, relembrando a alegria que você trouxe em vida (…). Só posso agradecer a Deus de ter tido a oportunidade de ter conhecido e convivido com você, Rai, uma pessoa forte e sempre muito alegre”, publicou a cunhada.

“Obrigada por todos os melhores momentos que pude estar ao seu lado amiga, que o paraíso seja extraordinário”, compartilhou uma amiga.

Conforme informado por familiares, o velório de Raissa será realizado na Igreja Assembleia de Deus, em Rio do Sul.

Explosão de etanol causou a morte de duas pessoas em Rio do Sul

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros Militar, a família mexia em uma panela com álcool etanol e, ao colocar mais álcool no recipiente, a explosão aconteceu.

As chamas se espalharam pelo quarto onde estava a mãe e a filha adolescente, que foram as mais atingidas.

Quando os bombeiros chegaram ao local, as chamas já tinham sido controladas por populares. As vítimas foram conduzidas ao Pronto socorro do Hospital Regional de Rio do Sul.

O menino de 8 anos, que também estava na casa no momento do acidente, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

 

 

POR: AYSLA PEREIRA, ND BLUMENAU

Grupo de Notícias