Segurança

Mafra é alvo de operação “Lesa Pátria” da Polícia Federal que investiga atos de 8 de janeiro

Foto divulgação / PRF
Foto divulgação / PRF

 

Uma nova fase da operação “Lesa Pátria”, que investiga o financiamento dos atos de 8 de janeiro, cumpriu um mandado de busca e apreensão em Mafra. Realizada pela Polícia Federal, a ação também cumpriu outros 14 mandados de busca e apreensão em Santa Catarina e fez buscas em cidades de Minas Gerais. Segundo a Polícia Federal, o objetivo da operação é identificar pessoas que financiaram e fomentaram as invasões a sedes dos Três Poderes da República, em Brasília.

Além de Mafra foram cumpridos dois mandados em Criciúma, um em Apiúna, Armazém, Blumenau,Brusque, Caçador, Florianópolis, Garopaba, Gaspar, Jaraguá do Sul, Pomerode, Rio do Sul e São José. Todas as medidas foram determinadas pelo STF, que também determinou a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. A Polícia Federal não divulgou o nome dos investigados, apenas a lista de cidades com o cumprimento dos mandados. A estimativa é de que o prejuízo chegou a R$ 40 milhões. Entre os crimes investigados, estão: abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.

 

Por RioMafra Mix / Demais FM

 

 

Grupo de Notícias