Geral

Em Ituporanga, dois réus são condenados por tentativa de homicídio em briga de bar

Assessoria de Imprensa/NCI

 

Após quase 12 horas de julgamento, o Tribunal do Júri acatou o pedido do Ministério Público e eles foram condenados por tentarem matar duas pessoas, durante confusão em um bar.

Conforme sustentou o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), os dois foram condenados por tentativa de homicídio com a qualificadora do recurso que dificultou a defesa das vítimas. Os crimes ocorreram em um bar, no bairro Nossa Senhora de Fátima, no dia 2 de abril de 2023. O Júri aconteceu na última sexta-feira (26/01).

Pelo crime, um dos condenados foi sentenciado a nove anos e quatro meses de reclusão em regime inicial fechado, pela tentativa de homicídio contra uma mulher moradora do local. O Juiz da 2ª Vara Criminal de Ituporanga concedeu ao réu o direito de recorrer da sentença em liberdade.

Já a pena do outro réu foi de sete anos e seis meses de reclusão por tentativa de homicídio contra um homem. O Juízo manteve a prisão preventiva do réu, para manutenção da ordem pública e garantia da aplicação da lei, além de ele já estar preso preventivamente em outro processo, ao qual responde por supostamente integrar organização criminosa.

Detalhes dos crimes

Era por volta de 20h, do dia 2 de abril de 2023, quando a confusão começou em um bar do bairro Nossa Senhora de Fátima. O réu desferiu um golpe de faca na região abdominal da vítima, fugindo em seguida do local. No mesmo bar, o outro réu golpeou outra pessoa também com faca na região clavicular e cervical. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Bom Jesus, sendo submetidas a procedimento cirúrgico e tratamento adequado.

A Promotora de Justiça Renata Bezerra Marinho de Oliveira representou o MPSC no Tribunal do Júri de Ituporanga.

 

 

55

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC

Grupo de Notícias