Geral

Comarca de Itaiópolis já planeja campanha Justiça pela Paz em Casa ao longo de 2024

 

A comarca de Itaiópolis, no planalto norte do Estado, já começou seu planejamento para as atividades da campanha Justiça pela Paz em Casa ao longo de 2024. Na última semana (19/1), a unidade promoveu reunião com o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) para dar os primeiros contornos na programação. Inicialmente, estão acertados eventos para quatro meses específicos.

Em março, a intenção é realizar panfletagem pelas vias da cidade, com abordagem às mulheres para repasse de orientações sobre violência doméstica. Em agosto, de carona na programação do Agosto Lilás, campanha criada em alusão à Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006, a ideia é promover atividades com o público feminino. Nessa data, cogita-se incluir uma parceria com a polícia civil.

 

 

Em novembro, conforme discutido, o desejo é manter parceria já existente com as escolas para realizar atividades com os alunos dos colégios da região. Para dezembro, o Justiça pela Paz em Casa deve aproveitar o desenrolar da campanha “Laço Branco – homens pelo fim da violência contra as mulheres” para reforçar seus propósitos entre os diversos segmentos da comunidade.

Atividades em 2023

Este será o segundo ano consecutivo que a campanha em Itaiópolis ocorre em quatro etapas. A ampliação já ocorreu no ano passado e com sucesso, a partir da parceria entre o Poder Judiciário e o CRAS. A última ação, realizada em 13 de dezembro, teve como foco a mobilização dos homens pelo fim da violência contra a mulher.

 

 

O juiz Gilmar Nicolau Lang, titular da comarca de Itaiópolis, considerou de grande sucesso a inovação. Anteriormente, recorda, havia abordagem direcionada às mulheres, às crianças e adolescentes nas escolas. A inclusão do público masculino foi muito bem-vinda. “O que me chamou atenção foi a adesão do público e dos diversos setores, foi uma ação de sucesso!”, comemorou, ao confirmar a repetição da ação na campanha deste ano.

A psicóloga do CRAS, Sandra Brandt, também empenhada na iniciativa, considera que o sucesso da campanha se dá pelo envolvimento dos diversos setores e adesão das pessoas. “As parcerias realizadas fortalecem o contato da rede de atendimento e garantem maior efetividade no trabalho de todos, mantendo fortalecidas as parcerias que já existem e formando novas”, concluiu.

 

 

Por Demais FM

Grupo de Notícias