Segurança

Cabeça encontrada na porta de escritório em Araquari era de homem em situação de rua

 

Funcionários de uma transportadora chegaram para trabalhar na manhã desta sexta-feira (1º) e se depararam com uma cena assustadora: uma cabeça em frente à porta do escritório. O espaço fica ao lado de um posto de combustível, em Araquari, no Norte catarinense.

A morte brutal pode ter relação com uma desavença recente. “O que aconteceu foi que ontem alguém roubou esse escritório. Roubaram três notebooks. Um indivíduo acusou outro. Aí, agrediram o rapaz [acusado]. Esse que denunciou foi o que apareceu sem a cabeça”, contou uma testemunha, que preferiu não ser identificada, à NDTV.

O caso é investigado pela Polícia Civil. Ao ND Mais, a delegada Georgia Marriany Bastos informou que a investigação ainda aguarda a conclusão dos trabalhos da Polícia Científica para repassar mais detalhes sobre o caso, que corre em sigilo.

A reportagem tentou contato com a empresa citada como alvo de furto, mas não obteve retorno até o fechamento da matéria.

Ainda na cena do crime, a NDTV obteve mais detalhe sobre a vítima. “Já vi eles várias vezes. Quem trabalha aqui, querendo ou não, vê. Sempre esteve aqui, é um cara sofridão. Um cara agitado, aprontando, usando droga”, contou Fabrício César do Santos, que faz alguns trabalhos informais na região.

O homem ainda relatou que a vítima, de 36 anos, vivia em situação de rua e trabalhava polindo caminhões.

 

Por ND+

Grupo de Notícias