Segurança

Após acidente, Jerry Comper anuncia investimento de R$ 220 milhões para a Serra Dona Francisca

 

O Secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Jerry Comper, concedeu entrevista ao Grupo ND na manhã desta terça-feira (30), para falar do incidente que ocorreu na Serra Dona Francisca, em Joinville, no Norte de Santa Catarina.

Jerry trouxe informações, projetos e perspectivas do ponto de vista do Governo do Estado para melhorar a infraestrutura e segurança da rodovia SC-418.

Na manhã desta segunda-feira (29), ocorreu o acidente com derramamento de ácido sulfônico no trecho do quilômetro 14 da rodovia. Com isso, o assunto da segurança e infraestrutura da Serra Dona Francisca veio à tona.

Conforme o secretário, há um compromisso especial com a rodovia por parte do Governo do Estado e também com a cidade de Joinville, no Norte do Estado. Ainda, Comper afirma que, como mandatário da Pasta, conhece os anseios e melhorias que a Serra Dona Francisca precisa.

Ele afirma que da região da BR-101 até o começo da Serra Dona Francisca, há um aporte de investimento do Governo na casa dos R$ 86 milhões para melhorar a segurança e qualidade da estrada. Essa obra, conforme o secretário, já está licitada e com empresa vencedora para iniciar a obra.

Além disso, outra obra com custeio na ordem de R$ 138 milhões, visa melhorar outros 32 km da rodovia. Contudo, o secretário afirma que alguns trâmites, em especial, ambientais, causam atrasos nas execuções das obras.

As construções de áreas de escape podem ajudar a evitar acidentes fatais ou incidentes, como o que aconteceu com um caminhão carregado com produtos químicos.

Outra situação que ajudaria muito é a duplicação de um trecho da rodovia, localizado na comunidade de Pirabeiraba, em Joinville.

Conforme o secretário, a comunidade se colocou contra a obra de melhoria, e esse entrave dificulta e atrasa ainda mais os trâmites legais para as execuções das obras.

Outro ponto também apontado por Jerry Comper é com relação aos outros 32 quilômetros de obras para a rodovia. De acordo com ele, essa obra ainda não possui projeto e nem licitação.

“Existem pendências de outros órgãos que temos que equacionar”, pontua ele.

Segundo ainda o secretário, por determinação do Governador Jorginho Mello (PL), as áreas de escape serão retiradas do projeto inicial. Ao fazer isso, é possível licitar apenas as áreas de escape, sem o projeto todo.

Para Jerry Comper, esse processo trará maior celeridade no processo e proporcionará maior segurança na rodovia.

O secretário aponta que não tem um prazo ainda estipulado para execução da obra das áreas de escape na Serra Dona Francisca.

Ele destaca que as condições climáticas que Santa Catarina vem sofrendo podem afetar o prazo de início e de entrega do empreendimento.

 

Por ND+ / Demais FM

Grupo de Notícias