Geral

Anvisa proíbe venda de álcool 70% a partir de abril

Foto: Unsplash/Reprodução/ND

 

A partir do dia 30 de abril, a venda de álcool 70% na versão líquida em mercados e farmácias estará proibida em todo o Brasil. A medida, determinada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), busca reduzir acidentes domésticos, já que o álcool em gel, que continuará disponível, possui a mesma eficácia na limpeza.

Apesar da proibição da venda de álcool 70% , os produtos já presentes nas prateleiras dos estabelecimentos poderão ser vendidos até o fim do estoque.

A Anvisa havia autorizado a venda do álcool líquido 70% ao público em geral durante a pandemia de Covid-19, mas essa medida temporária se encerrou no dia 31 de dezembro de 2023.

Segundo o Conselho Federal de Química, o álcool em gel é um substituto seguro e eficaz para o álcool líquido 70% na limpeza doméstica. Além disso, outros produtos de limpeza aprovados pela Anvisa também podem ser utilizados.

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) se posicionou contra a proibição da venda de álcool 70% na versão líquida, argumentando que a medida vai tirar do consumidor um produto de custo-benefício mais vantajoso. A entidade afirma que, desde dezembro, vem dialogando com a Anvisa sobre o assunto, devido à alta demanda dos consumidores e à escassez do produto nos supermercados.

 

 

*Com informações da Agência Brasil e ND+

 

 

Grupo de Notícias